Selecione uma opção abaixo

Sobre o Portal Baixagrande.net

O Portal Baixagrande.net criado em 24 de abril de 2007, uma inciativa do empresário Ediomário Catureba, onde procura unir em um websites informações do Município de Baixa Grande, em janeiro de 2017 comemorando seus 10 anos no ar lançando um novo design contendo informações divididas em Classificados, Diário Oficial, Transparência, Biblioteca, Áudios e Vídeos, além do campo para acesso do E-mail de pessoa cadastrando no www.baixagrande.net



Sobre o Muncipio de Baixa Grande

Baixa Grande é um dos município pertencente ao Território de identidade Bacia do Jacuipe, município brasileiro do estado da Bahia. Sua população contada em 2010 é de 20.060 habitantes, segundo último censo demográfico. População estimada 2016 - 21.393

Prefeito: HERALDO ALVES MIRANDA (PMDB)
Aniversário: 17 de julho
Fundação: 1885
Gentílico: baixagrandense
Tel: (74) 3258 1165

TELEFONIA MÓVEL (74) Vivo, Claro e Tim

Localização e Geografia:
Município do Território da Bacia do Jacuípe no Sertão da Bahia. Limita-se com os municípios de Mundo Novo, Ipirá, Pintadas, Mairi e Macajuba.

Para chegar em Baixa Grande, tendo como ponto de partida a cidade de Salvador, utiliza-se a BR 324, chegando em Feira de Santana adentra na BR 116 sul e após o posto da Polícia Rodoviária Federal entra à direita no primeiro viaduto, entrando na Estrada do Feijão - BA 052 - que vai até Irecê, Xique-xique.

Distância de Feira de Santana 153 Km e de Salvador 252 Km.

Acidentes geográficos Topografia plana ao Sul e Sudeste, ligeiramente acidentado no Norte e Nordeste. O município é constituído de terrenos férteis, de matas e a maioria de caatinga. Situa-se no maciço do atlântico e suas serra fazem parte dos ramos da serra da Mantiqueira. As serras são de pequena elevação, prestam-se à agricultura e pastagens. As principais serras são: do Cesto, do Cais, Jataí e a do Vento.

Rios
É o município banhado pelos rios periódicos: Carirú, Jundiá e o Paulista.

Açudes
Há 02 açudes, um público com a capacidade para 44,16m³, fica no entroncamento com a estrada de Mairi com Baixa Grande e outro particular para 40.172m³.
Clima
Saudáveis e sadio, em certas épocas do ano, quente, pois a cidade está situada no polígno das secas.
Aspectos sócios-econômicos:
Principais atividades econômicas:
Agropecuária, Industria, Serviços (Comércio e Indústria).

Identidade cultural dos municípios:

Histórico:

Nas terras da fazenda “Cais” propriedade de Dona Ana Ribeiro Soares, foi iniciado o povoado da cidade de Baixa Grande por seu filho Manoel Ribeiro Soares, coronel da Guarda Nacional homem de elevada instrução e político de renome, residente na Vila de Santana do Camisão, atual cidade de Ipirá – Bahia.

Há informações de que a mãe do desbravador para cumprir pagamento de promessa, ordenou a este ergue, em suas terras uma capela em louvor a Nossa Senhora da Conceição, o que foi feito. O local escolhido ficou à margem da estrada real Camisão (hoje Ipirá) a Monte Alegre (hoje Mairi) e Mundo Novo, na época, já movimentada, pouso de tropas. Também o início da povoação e construção das primeiras casas do arraial de Baixa Grande. A capela foi construída em 1860 e o povoado foi elevado à cidade por nome de Baixa de Grande em 1872, por Decreto – Lei Estadual, de 30 de março de 1938. Emancipação política em 17/07/1885


Principais manifestações culturais:

Festas religiosas
O evento religioso de maior repercussão é a Festa de Nossa Senhora da Conceição, Padroeira da Cidade, que se realiza-se dia 08 de dezembro. Outro evento também da Igreja Católica é a Festa de São Roque celebrada em 16 de agosto.

Festas populares
Em Baixa Grande a população realizada diversos eventos populares como Terno de reis, samba de roda, chula, alvoradas, rezas populares, argolinha , festejos juninos, bailes, festa de vaqueiros, cavalgadas, micareta e aniversário da cidade.

Blocos de micaretas tradicionais “Tu tá beba égua” e “Tô beba”.

Outras manifestações culturais
Grupos de samba de roda; Grupos de samba e chula; Grupos de teatro; Grupo de mulheres com cantiga de rodas e reisado; Grupo de cavalgada; Grupos musicais: sanfoneiro, aboiador, cantiga da bandeira (Traição e Boi Roubado).

Culinária
Destacam-se as cocadas, doces na palha de bananeira e beiju colorido.

Comunidade de Viração - Situada ao leste a 17 km da sede de Baixa Grande. Tem como referências o cultivo de milho, feijão e mandioca. O “Grupo Capelinha de São João” mantém a tradição do Samba de Roda e Chula; Grupo de Mulheres com cantiga de rodas e grupo de forró pé de serra “Fogo Ardente”, além de muitas rezadeiras. Ainda há uma vasta culinária seguindo preceitos da antiga geração como cozinhar em fogão de lenha e artesanato em cipó e palha de licuri. Encontra-se também casarões do século XVII em estado de deteriorização e a Igreja que segundo relatos de moradores foi a primeira igreja do município de Baixa Grande.

Comunidade de Mandacaru - Fica situada a leste de Baixa Grande, a 31 km da sede do município, interligando Baixa Grande ao Município de Pintadas. Referências no cultivo de milho e feijão e na criação de gado de leite. Principais manifestações culturais: grupos de samba e chula; teatro; grupo de mulheres com cantiga de rodas e reisado; grupo de cavalgada; sanfoneiros; grupos musicais; aboiadores; cantiga da bandeira (Traição e Boi roubado);

Comunidade de Italegre - Fica localizada a 17 km da sede do município na estrada ao Oeste com sentido a cidade de Mairi. Predomina o cultivo de milho, feijão e mandioca. Principais manifestações culturais: grupos de reisado, samba e chula; grupo de mulheres com cantiga de rodas, artesanato em cipó e palha de licuri e couro, bordado, crouchê e pintura em tecido.

Comunidade de Lagoa do Mamão - Fica localizada a 15 km da sede do município na estrada oeste com sentido a cidade de Macajuba. A base econômica é a agricultura através do cultivo de milho, feijão e mandioca. Principais manifestações culturais: grupo de reisado e samba de roda; cultuação ao candomblé; grupo de mulheres com cantiga de rodas, festa tradicional de Cosme e Damião, e caboclos. Além de Bumba-meu-boi com grupo de vaqueiros, traição e boi roubado. As pessoas da comunidade também fazem artesanato em cipó e palha de licuri, bordado, crouchê, pintura em tecido e artesanato em barro.

Comunidade de Tabuleiro - Fica localizada a 08 km da sede do município estrada que liga Baixa Grande a cidade de Mundo Novo. Predomina o cultivo de milho, feijão e mandioca e a principais manifestações culturais são: grupo de reisado samba e chula; grupo de mulheres com cantiga de rodas, teatro, grupo de capoeira, boi roubado, traição, leilão e aboiador. Lá também fazem artesanato em cipó e palha de licuri, bordado, crouchê e pintura em tecido.

Comunidade de Santana - Fica localizada a 15 km da sede do município, estrada sul do município sentido a cidade de Ipirá. Cultiva milho, feijão e mandioca. Suas principais manifestações culturais são: grupo de reisado samba e chula; grupo de mulheres com cantiga de rodas, Bumba-meu-boi, grupo de capoeira, grupo de teatro e grupo musical. Tem artesanato em cipó e palha de licuri, escultura, bordado, crouchê e pintura em tecido.

Fontes: Pensar Filmes e IBGE

Baixa Grande - BA

Baixa Grande é um dos município pertencente ao Território de identidade Bacia do Jacuipe, município brasileiro do estado da Bahia. Sua população contada em 2010 é de 20.060 habitantes, segundo último censo demográfico. População estimada 2016 - 21.393

www.baixagrande.net - Por: Ediomário Catureba

Criado em 24 de abril de 2007

(C)Catu Informática - Baixa Grande - BA